< Insights

Cultura organizacional: qual o impacto no gerenciamento ágil de projetos?

  • Metodologias

Muitas empresas buscam a inovação com metodologias, práticas ou ferramentas que são novidades no mercado, mas é importante considerar que estas estejam de acordo com a cultura organizacional para facilitar as atividades diárias e, assim, direcionar a empresa para o sucesso. 

No entanto, algumas pessoas possuem dúvidas sobre esse conceito e não sabem como a cultura organizacional pode ser um diferencial competitivo no mercado ou, ainda, reforçar elementos estratégicos para a empresa. Por isso, conheça mais sobre o tema e veja como aproveitar a sua cultura para atrair novos talentos e clientes para sua empresa.

O que é cultura organizacional?

Cultura organizacional é um conjunto de crenças, valores e ações que definem a maneira como uma empresa conduz o seu negócio.

Para compreender melhor, vamos lembrar a definição de cultura na sociedade, ou seja, é algo moldado pelos costumes, histórias, sotaques e tudo o que as pessoas aprendem ao longo do convívio social com determinado grupo.

Na organização, esse conceito não é diferente. Em outras palavras, a cultura da instituição funciona como uma guia de mentalidade e comportamento para os colaboradores, isto é, seus hábitos, princípios, práticas, políticas, crenças, entre outros. Por outro lado, não está apenas relacionado ao comportamento dos funcionários, mas também às maneiras com que as estratégias, clientes e até fornecedores são tratados.

Entre os modelos de cultura organizacional – seus exemplos -, estão: cultura do poder (a liderança está concentrada em algumas pessoas), cultura de papéis (focada nas funções de cada indivíduo), cultura de tarefa (poder nas mãos de quem consegue resolver o problema e foco nos projetos) e cultura de pessoas (o colaborador está sempre em primeiro lugar, independente do cargo que ocupa).

Desenvolver os tipos de cultura organizacional não é uma tarefa simples, pois deve ser compatível com as expectativas criadas desde o surgimento de uma organização – seja uma empresa com 1 ou mais de mil colaboradores. Dessa maneira, os maiores desafios estão na elaboração das visões, valores e crenças que reflitam, de fato, os reais comportamentos que a empresa defende. Afinal, essas definições estabelecem o perfil do profissional ideal para a sua empresa.

Além do mais, é importante lembrar que a cultura organizacional evolui. Por exemplo, hoje, a ideia de liderança já não é a mesma de anos atrás, afinal, os conceitos e práticas são atualizados. Contudo, os responsáveis por orientar a direção que a organização deve seguir são as pessoas com maior influência. Vale destacar que é essencial que a mudança cultural venha da alta gestão – a qual transmitirá as visões e os comportamentos para os times, a fim de garantir que todos estejam alinhados aos propósitos da empresa.

Qual é a contribuição da cultura organizacional bem definida para uma empresa ágil?

Quando a empresa já vem de uma cultura de liderança e não chefia, mais autonomia aos funcionários, não apontar culpados, mas procurar soluções, por exemplo, ela pode ser uma cultura mais fácil de aderir a agilidade. Dependendo de como é a cultura da empresa, é mais fácil de aplicar os conceitos de feedback rápidos, melhoria contínua, medição, dailys, retrospectiva, wip limitado, entre outras práticas ágeis que trazem benefícios. É importante que essa liderança cobre por essa visão ágil e mostre o propósito de ‘abraçar a causa’, a fim de mostrar ao time a relevância de cada atividade.

Em contrapartida, para as empresas que não possuem esse perfil mas desejam inovar, evoluir e aderir metodologias ágeis, por exemplo, é essencial que esse processo da mudança da cultura organizacional seja realizado de maneira correta.

É comum encontrar empresas que pregam estratégias modernas, mas, no dia a dia, são adotados apenas processos burocráticos, iguais a uma organização conservadora. Essas atitudes acabam apenas desmotivando os funcionários e prejudicando os resultados da instituição.

Entretanto, existem algumas dúvidas sobre como aderir uma cultura ágil para empresas tradicionais. Um exemplo são as empresas que estão baseadas em uma cultura organizacional moderna e com flexibilidade de local de trabalho. Com isso, trabalham com as tecnologias não tradicionais de controle de ponto, que permitem que o colaborador registre o ponto em diferentes locais e otimize o tempo.

Desse modo, esses mecanismos conseguem monitorar o andamento das atividades, mensurando o tempo e as práticas para atingir o propósito.

Qual é o impacto da cultura organizacional no sucesso (ou falta dele) da implementação do ágil?

Para ter uma cultura ágil bem definida, ela deve ir além dos métodos ágeis de gestão de projetos, ou seja, deve ser incentivada em toda a empresa cooperação, colaboração, menos burocracia e controle.

Existem diversas vantagens que essa nova cultura pode proporcionar para a organização, por exemplo, maior autonomia para os colaboradores, assim, eles decidem como resolver os problemas, ou seja, estimula que os funcionários pensem em soluções para o negócio. Essa estratégia tem como resultado equipes mais engajadas e produtivas em comparação com as culturas tradicionais de controle e comando.

Além disso, ajudam no compartilhamento da visão e valores da empresa. Desse modo, os líderes e gestores se afastam do microgerenciamento e promovem o desenvolvimento de uma visão mais motivadora e confiável.

O relacionamento com os clientes também é melhor, pois, nesse método, os colaboradores têm o cliente como foco dos seus trabalhos. Por outro lado, é muito difícil conseguir focar nos interesses de pessoas que você não conhece, logo, as empresas que possuem a cultura ágil promovem encontros para aproximar os funcionários dos clientes e envolvimento nas estratégias de negócios definidas para que possam estar envolvidos e entenderem a importância de cada atividade dentro da companhia.

Existem também outras vantagens que esse processo pode oferecer para a companhia, como a facilitação da comunicação horizontal e o incentivo à contribuição de ideias, opiniões e avaliações dos serviços e produtos.

Para implementar essa cultura na companhia, é necessário seguir alguns passos, são eles: definição de metas compatíveis com o método ágil, capacitação da equipe, definição de grandes objetivos e planejamento para promover as ideias do método ágil.

A Objective é responsável pelo primeiro projeto ágil no Brasil em uma grande empresa visando a transformação da cultura organizacional focada em escalar a agilidade para as demais áreas e times da companhia. Com isso, possui diversos reconhecimentos e certificados, além de ser referência no assunto e responsável pela criação de práticas e técnicas visando antecipar as entregas, simplificar os controles, favorecer a simplicidade e garantir a qualidade na transformação ágil.

O serviço de consultoria para a Transformação Ágil oferecido pela Objective atua com pragmatismo, baseado em métricas, com a finalidade de escalar agilidade em times de alta performance e permitir uma boa cultura organizacional. Confira as opções no nosso site e faça parte desse time também!

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.