< Insights

Ágil Escalado: o que é e seus principais benefícios

  • Metodologias

O Ágil escalado, ou Agile at Scale em inglês, são práticas para serem aplicadas em ambientes com vários times, ou até no nível corporativo, onde práticas focadas apenas em times não respondem a todas as perguntas.

Ou seja, o ágil em escala é uma ou mais cadeias de valor ou produtos que atuam juntos, de maneira totalmente integrada, por meio de equipes, para que uma mesma meta possa ser alcançada pela empresa ou corporação.

O ágil escalado traz uma série de vantagens para a empresa, tornando, inclusive, ela mais competitiva, a partir da instalação de uma Metodologia Ágil. Confira alguns princípios e benefícios.

O principal benefício do Ágio Em Escala é a capacidade de impor agilidade no nível da equipe, entre equipes e organização. Permitindo essa escalada para outros níveis e equipes resulta em mais  organização, competitividade, velocidade de adaptação e eficiência em um contexto amplo. Tudo isto vai muito além dos benefícios localizados, apenas a nível de time.

Princípios essenciais do Ágil em Escala

Para ser possível o Agile at Scale, é preciso que alguns princípios essenciais já estabelecidos sejam seguidos. Veja quais são eles:

1.Mudanças nos papéis e estrutura organizacional

As funções especializadas são eficazes e eficientes para o Ágil em escala nas empresas e organizações. Isso porque, elas contribuem para o empoderamento da equipe e resolução rápida de problemas.

2. Cadência nas entregas

É preciso que os resultados e entregas, em todos os níveis, sejam cadenciados. Isto é, times, programas, portfólio e a corporação em um contexto geral. A cadência nas entregas fará com que a entrega final e a percepção de valor pelo cliente acabem potencializadas no final do processo.

3. Foco da organização e entrega devem ser o cliente

As equipes precisam ser pensadas para atender o cliente da melhor forma o possível. As habilidades e arquétipos de várias partes do negócio devem ser analisados para oferecerem valor durante todo o processo para o cliente.

4. Dependência e barreiras organizacionais

É comum no Ágil em Escala existir uma dependência no desenvolvimento. Por isso, ao surgir problemas e barreiras, elas precisam receber todo o foco para poderem ser resolvidas. Caso contrário, isso prejudicará a entrega final do time todo.

5. Sincronizar iniciativas bottom up & top down

Independente do framework usado, é preciso existir um apoio das pessoas do time, o que é essencial para o sucesso. Afinal, quando uma equipe se apoia, as chances de alavancar o negócio tornam-se muito maiores. Não é à toa que o ditado reflete: “a união faz a força”. Então, é preciso sincronizar um engajamento entre os top down, os executivos e bottom up, times de entrega.

6. Maturidade e fluência

Essas características são indispensáveis no Agile Escale. A maturidade, como agilidade, leva tempo para ser conquistada. Mas para adquirir logo essa fluidez, mostre as mudanças, passo a passo, claramente e de forma individual, para cada equipe de uma vez. Depois, amadureça cada um, considerando os contextos distintos. 

7. Pensamento e pessoas lean

Ter uma cultura saudável é outro ponto importante. Isso porque, mudar uma cultura organizacional não é simples, visto que ela resulta de anos de prática. Com isso, o ideal é buscar incrementar essa cultura com novas práticas, tecnologias, ferramentas e conhecimento. Assim, a entrega fica bem mais fácil, uma vez que tudo deve ser feito de forma saudável.

Opções de ágil escalado

Existem várias opções para ágil escalado, entre elas SAFe, Scrum@Scale – criado pelo Jeff Sutherland -, Nexus – da scrum.org – e LeSS – criado por Craig Larman & Bas Vodde -.

SAFe

O SAFe é um framework bastante popular de agile scale, que significa Scaled Agile Framework, criado por Dean Leffingwell. Sendo assim, o SAFe tem um conjunto de valores, princípios e práticas para auxiliar as organizações. Ele atua identificando o que tem funcionado no trabalho de times ágeis e faz uma gestão do programa, tratando as demandas organizacionais de maneira lean.

Filosofia lean

A filosofia lean é o principal diferencial do SAFe. Ou seja, a implementação de um ágil escalado na cultura organizacional de forma saudável, sem brigar com os papéis já existentes. Isso faz com que o Agile Scale possa ser adotado por organizações em níveis que nunca foram conquistados anteriormente.

É dessa forma que o SAFe ajudará, por exemplo, empresas a descobrirem como rodar ágil em contextos envolvendo vários times que trabalham num mesmo produto ou cadeia de valor: como ser lean e ágil e estar em conformidade com modelos de governança, como sincronizar o trabalho desses times, como priorizar demandas em produtos dinâmicos e de qualidade e  como tratar, de maneira lean e ágil, os riscos de uma demanda complicada.

Valores do SAFe

O SAFe tem quatro valores muito importantes que devem ser seguidos pela empresa:

  • Alinhamento, que é a visão comum dos objetivos desde a estratégia até a visão dos time;
  • Qualidade incorporada ao processo ou produto, garantindo que cada elemento e cada iteração reflita os padrões de qualidade;
  • Transparência baseada na confiança e abertura, que deve ocorrer principalmente nos momentos de dificuldade;
  • Execução do programa, que consiste na entrega de valor de forma contínua.

Princípios do SAFe

Ao aprofundar um pouco mais nos princípios SAFe entendemos melhor como é possível a adoção lean do agile at scale. Eles giram em torno de, basicamente: ter uma visão econômica e financeira, permitindo entregar valor de um jeito sustentável, e aplicar o pensamento sistêmico para resolver e administrar os problemas e suas complexidades. 

  1. Tenha uma visão econômica.
  2. Aplique uma visão sistêmica.
  3. Assuma variabilidade; preserve opções.
  4. Construa incrementalmente com ciclos rápidos e aprendizado integrado.
  5. Baseie seus milestones na avaliação objetiva dos sistemas de trabalho.
  6. Visualize e limite WIP, reduzindo tamanho de lotes e gerenciando tamanho de filas.
  7. Aplique cadência, sincronize com planejamento de domínio cruzado.
  8. Destrave a motivação intrínseca dos trabalhadores do conhecimento.
  9. Descentralizar as tomadas de decisões.
  10. Organize-se em torno do valor.

Para quais níveis organizacionais o SAFe oferece um conjunto de práticas?

Todos esses princípios e valores podem sustentar o Ágil Escalado em quatro níveis organizacionais, são eles: o nível de Equipes, o nível de Programas, o nível de Cadeia de Valor e o nível de Portfólio. Sendo cada um deles com práticas distintas e objetivos. Para mais informações sobre Ágil Escalado, a Objective reúne mais de 300 especialistas em Metodologia Ágil que podem solucionar eventuais dúvidas.

Roadmap para implantação do SAFe

O Roadmap para implantação do SAFe inclui:

  1. Treinamento dos agentes da mudança.
  2. Treinamento de executivos, gerentes e líderes..
  3. Identificar Value Streams e ARTs.
  4. Criar plano de implementação.
  5. Preparar para lançamento dos ARTs.
  6. Coach de execução dos ARTs.
  7. Lançar mais ARTs.
  8. Estender o Portofolio.
  9. Acelerar.

Quer saber mais sobre as vantagens que o Ágil  Escalado pode trazer para sua empresa? Fale com nossos especialistas

New call-to-action

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.