< Insights

A importância da Observabilidade e do DevOps no sucesso das empresas modernas

  • DevOps
  • Artigo

Se você lidera uma equipe de TI e se encontra em um projeto de transformação digital ou migração para nuvem, com certeza Observabilidade e DevOps estão em seu radar, ainda mais se você atua fazendo a gestão desses projetos buscando reduzir custos, velocidade nas entregas e se destacar no mercado.

De acordo com o estudo Gartner Hype Cycle de 2022, o Desenvolvimento orientado pela observação (Observability-driven Development, ODD) é uma das práticas de engenharia de software mais indicadas na atualidade para alcançar a visibilidade dos sistemas. Esse tipo de desenvolvimento de sistemas observáveis, gera insights que garantem a saúde do software e resultados valiosos para os negócios. 

Neste artigo, exploraremos as práticas de observabilidade, ferramentas e sua integração com DevOps, destacando os benefícios que ela traz para a entrega contínua.

O que é Observabilidade em TI?

Observabilidade em TI é a capacidade de monitorar, medir e entender o comportamento e o estado interno de um sistema complexo com base em métricas externas. Essa abordagem analisa os dados e fornece insights para solucionar os problemas identificados. Um sistema observável garante a resolução antecipada de desafios que podem causar falhas irreversíveis e altos custos para os negócios. Com essa prática, as equipes de DevOps conseguem acompanhar com transparência o ambiente de TI e identificar todas as suas interdependências. 

A Observabilidade garante que um sistema seja confiável, escalável e eficiente. O desenvolvimento dessa cultura ajuda a responder a perguntas como:

  • O que está acontecendo no sistema? A observabilidade permite que você acompanhe e registre informações sobre o desempenho e o comportamento do sistema em tempo real.
  • Por que algo deu errado? Quando ocorrem problemas ou falhas no sistema, a observabilidade fornece insights detalhados para que você possa identificar a causa raiz e solucionar o problema mais rapidamente.
  • Como o sistema está funcionando? Ela oferece métricas e indicadores de desempenho que ajudam a avaliar o estado do sistema e a tomar decisões informadas sobre otimizações e escalabilidade.

Por que é necessário integrar as práticas de Observabilidade e Devops?

As formas convencionais de monitorar ambientes de desenvolvimento de software, otimização de desempenho e execução de operações já não são eficientes. Não basta apenas coletar dados para exibir em um painel, sem oferecer análises automáticas das causas principais ou priorizar descobertas com base no impacto nos negócios. Uma coisa é certa: apenas observar os dados gera mais ruído do que valor. 

No episódio 12, do podcast Cultura DevOps da Objective, o agile coach Wagner Fusca recebe Wania Konageski, lead architect na Logicalis, em um bate-papo sobre observalidade. Ele relata a dificuldade dos times saírem da teoria de dados, interpretarem e de fato obterem resultados nos negócios.  

Um estudo da Harvard Business Review, entrevistou 73 CIOs em 2020, e apesar deles investirem em cerca de 10 ferramentas de monitoramento, as equipes de TI possuem visibilidade total em apenas 11% dos seus ambientes. Além disso, muitas vezes as pessoas que precisam acessar essas ferramentas não têm permissão para fazê-lo.

Essa falta de visibilidade acontece, em sua maioria, porque as ferramentas não são capazes de identificar automaticamente todos os serviços, processos e interdependências em tempo real em um ambiente de TI moderno, o que resulta em pontos cegos. 

Wania Konageski, durante o podcast, exemplifica uma situação comum nas empresas. Imagine o cenário, uma companhia tem um setor de desenvolvimento e um setor de infraestrutura. Por uma questão de falta de alinhamento, uma das áreas compra a mesma ferramenta que a outra utiliza sem nem saber que essa tecnologia já é usada no negócio, mesmo que de uma forma diferente. 

"Por mais que seja ferramenta de observalidade, elas não estão integradas com os dados. A grande sacada é trazer tudo e ver tudo integrado, ai você cria os seus alarmes conforme desejar", diz Wania. 

Wania também alerta que não adianta sair comprando uma ferramenta atrás da outra, porque Observalidade e Devops também são cultura. Ambos são parte de uma cultura de desenvolvimento e operações. 

Enquanto o DevOps promove a colaboração e integração entre as equipes de desenvolvimento e operações, buscando a entrega contínua de software de alta qualidade. 

A observabilidade, por sua vez, é a capacidade de entender e monitorar o comportamento de um sistema em produção, permitindo identificar e solucionar problemas de forma proativa. Os dois são fundamentais para promover uma cultura de colaboração, responsabilidade e melhoria contínua no ciclo de vida de desenvolvimento de software.

Quais são os 3 pilares da observabilidade?

Não existe receita para observabilidade, justamente por conta dos indicadores e do que se quer monitorar, fatores que variam de empresa para empresa. Mas é possível adotar três princípios específicos para alcançar uma observabilidade efetiva, tais como:

Monitoramento

É essencial monitorar continuamente os componentes do sistema em tempo real, coletando métricas relevantes, como tempo de resposta, taxa de erros e uso de recursos. 

Rastreamento de logs

Os logs fornecem informações detalhadas sobre o comportamento do sistema. É importante implementar técnicas de registro estruturado e centralizado para facilitar a análise e solução de problemas. Ferramentas como ELK Stack (Elasticsearch, Logstash e Kibana) são comumente utilizadas nesse contexto.

Instrumentação adequada

É necessário instrumentar o código de forma adequada para coletar métricas, logs e traces necessários para uma análise detalhada do sistema. Frameworks como Open Telemetry e Jaeger podem ser utilizados para realizar essa instrumentação.

Ferramentas de Observabilidade

Existem diversas ferramentas disponíveis no mercado que podem auxiliar na implementação da observabilidade em um ambiente DevOps. Algumas das principais são:

Prometheus

Uma ferramenta de monitoramento de código aberto que coleta métricas de sistemas e aplicações. Ele permite a configuração de alertas e a visualização das métricas por meio do Grafana.

Grafana

Uma plataforma de visualização de dados que permite criar painéis dinâmicos e gráficos para monitorar as métricas coletadas pelo Prometheus e outras fontes.

ELK Stack

Uma combinação de Elasticsearch, Logstash e Kibana que permite coletar, processar e visualizar logs de forma centralizada. Essa ferramenta é amplamente utilizada para análise de logs em ambientes DevOps.

3 práticas para integrar Observabilidade ao DevOps

A observabilidade deve ser integrada ao processo de DevOps para garantir uma entrega contínua e eficiente. Algumas práticas de integração incluem:

Automação de testes

A observabilidade pode ser utilizada para validar a qualidade do software em diferentes estágios do processo de desenvolvimento. Testes automatizados devem ser executados regularmente para identificar possíveis problemas e garantir que o sistema esteja funcionando corretamente.

Monitoramento contínuo

É fundamental que a observabilidade seja aplicada em todos os estágios do ciclo de vida do software, desde o desenvolvimento até a produção. Dessa forma, é possível identificar problemas em tempo real e tomar ações corretivas rapidamente.

Integração com ferramentas de CI/CD

A observabilidade pode ser integrada às ferramentas de integração contínua e entrega contínua (CI/CD) para facilitar a detecção de problemas e melhorar a qualidade do software entregue.

Benefícios da Observabilidade na prática de Entrega Contínua

A entrega contínua é uma abordagem de desenvolvimento de software em que as alterações no código são constantemente integradas, testadas e disponibilizadas para produção. Por sua vez, a observabilidade traz diversos benefícios para a entrega contínua, como:

1. Detecção precoce de problemas: A observabilidade permite identificar problemas antes que eles impactem negativamente os usuários finais, facilitando a correção rápida e eficiente.

2. Otimização de desempenho: Com a observabilidade, é possível identificar gargalos de desempenho e otimizar o sistema para garantir uma entrega contínua eficiente.

3. Melhoria da experiência do usuário: Ao detectar problemas e realizar melhorias constantes, a observabilidade contribui para uma melhor experiência do usuário, aumentando a satisfação e fidelidade dos clientes.

Quer obter resultados mais eficientes na entrega contínua? Com a orientação ideal e práticas adequadas, você pode identificar problemas em tempo real, otimizar o desempenho do sistema e melhorar a experiência do usuário. Entre em contato com os nossos especialistas e conheça as soluções da Objective.

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.