< Insights

Framework de testes automatizados: conheça seus benefícios no desenvolvimento de software

  • Testes Automatizados
  • Artigo

A realização de testes automatizados já é uma prática considerada essencial no desenvolvimento de software. Nesse sentido, é importante aprimorar a estruturação dos testes para ganhar escala, reduzir custos e evitar erros. Por esses e outros motivos, a utilização de framework de testes automatizados tem ganhado força dentro do mercado de software.

A seguir, você conhece mais sobre o tema, como os frameworks podem ser utilizados e quais os benefícios em adotar essa prática.

O que é um framework?

Framework é um conjunto base que reúne padrões e diretrizes para execução de determinada tarefa. Ele direciona e padroniza como uma atividade deve ser feita e quais as ferramentas devem ser utilizadas.

O que é um framework de testes automatizados?

Framework de testes automatizados é uma estrutura base que reúne um conjunto de padrões e diretrizes para execução de scripts que testam o software. Ele indica uma linguagem padronizada, os componentes, os programas e relatórios para o software testado. Esse processo aumenta a qualidade do software e pode reduzir custos de manutenção.

Quais os benefícios de utilizar framework de testes automatizados?

A utilização de framework de testes automatizados pode reduzir custos, facilitar a codificação e trazer escalabilidade para uma aplicação. Conheça abaixo outros benefícios em utilizar framework de automação de testes no desenvolvimento de software:

Velocidade e confiabilidade

A criação e execução de testes no desenvolvimento de software pode levar muito tempo quando não é feita de forma organizada. Logo, o framework de testes automatizados é fundamental para padronizar e agilizar esse processo. 

Ao realizar testes de funcionalidade, por exemplo, podem surgir diversos cenários e para cada um deles será necessário testar manualmente se o recurso funciona corretamente. Por outro lado, ao implementar frameworks, os testes são executados simultaneamente e os resultados são obtidos com mais rapidez.

Os testes manuais sem direcionamento tem um nível de confiabilidade menor porque podem existir falhas no processo e na execução, já os testes automatizados direcionados por um framework reduzem a possibilidade de erros e trazem mais confiança na execução de um processo.

Correção de bugs

O surgimento de bugs é um dos grandes desafios no desenvolvimento de software, por esse e outros motivos, as aplicações recebem atualizações constantes. Uma maneira de evitar problemas futuros e corrigir bugs na fase inicial é a utilização de frameworks, porque eles têm a capacidade de identificar erros antecipadamente e evitar que eles se tornem problemas maiores no futuro. Com isso, os frameworks de testes automatizados reduzem o retrabalho, a mão de obra e os custos com algumas atualizações.

Otimização de recursos

Outro benefício em utilizar framework de testes automatizados é a otimização de recursos. Isso porque, ele oferece um conjunto de processos padronizados que alinham os recursos aos requisitos organizacionais, logo, auxilia para que os recursos sejam utilizados de maneira adequada.

Quais os principais tipos de framework de testes automatizados?

Existem alguns tipos de framework de testes automatizados, conheça os mais utilizados abaixo:

Framework baseado em módulos

O framework de teste baseado em módulos divide os cenários de teste em pequenos módulos, onde são seguidas abordagens incrementais e não-incrementais. Nesse framework, os testes são independentes. Primeiro, os módulos são testados. Após isso, os frameworks são reunidos e o aplicativo é testado completamente.

Framework de arquitetura de biblioteca

Os frameworks de arquitetura de biblioteca são muito úteis para aplicações que possuem funcionalidades iguais, só que localizadas em diferentes partes. Aqui, o framework é responsável por identificar nos scripts de testes, quais são as tarefas semelhantes. Após isso, as tarefas são armazenadas na biblioteca, onde são classificadas por função. Isso possibilita a reutilização dos códigos em diversos scripts de teste.

Framework baseado em dados

Na maioria dos casos, os dados de testes são provenientes de arquivos externos e são inseridos nas variáveis dentro do script de teste. Os frameworks baseados em dados permitem a criação de scripts de automação de teste ao utilizar diferentes conjuntos de dados. Assim, reduz o número de scripts necessários e possibilita que vários cenários sejam testados utilizando menos códigos.

Framework orientado por palavras-chave

Esse framework tem a função de separar a lógica de programação do script dos dados de teste. Os dados são armazenados externamente e as palavras-chaves são guardadas em um local diferente, onde elas fazem parte do script de teste.

O interessante desse framework é que uma palavra-chave se associa a uma ação ou a um objeto, e como os testadores conseguem utilizar a mesma palavra-chave em vários scripts de teste, isso possibilita a reutilização do framework.

Framework de testes híbridos

Os frameworks de testes híbridos têm a função de minimizar os pontos fracos de diferentes frameworks de teste. Eles são responsáveis por flexibilizar e combinar partes de diferentes frameworks, extraindo as melhores funcionalidades de cada um.

Framework de desenvolvimento orientado a comportamento

O framework de desenvolvimento orientado a comportamento permite a criação de uma plataforma que integra todos os colaboradores envolvidos no processo de desenvolvimento do software, como analistas de negócios e desenvolvedores. Também possibilita um melhor relacionamento entre os desenvolvedores e os testadores do projeto.

Quais as principais ferramentas de framework de testes automatizados? 

Existem diversas ferramentas de framework de testes automatizados. A seguir, você conhece as principais e seus respectivos recursos:                                                                                                    

Cypress

O Cypress é uma plataforma open source referência em testes front-end e está entre as mais utilizadas, pois roda em JavaScript. Esse framework permite executar testes paralelos, de ponta a ponta, testes de unidade ou de integração. Além de ser habilitado para a utilização de ferramentas CI.

Appium

O Appium é um dos melhores frameworks do mercado atual e também é uma plataforma open source. Ele pode ser usado para testar aplicativos da web nativos, móveis ou híbridos. Entre as principais funções do Appium podemos citar a eliminação de recompilações, uma ótima reutilização de código e uma plataforma extremamente flexível, que permite testar qualquer aplicativo móvel em qualquer linguagem de programação.

Selenium

O Selenium está há 16 anos no mercado de framework de testes automatizados, ele é um framework portátil disponível para Windows, macOS, Android, Linux e muitos outros. O Selenium também possui suporte a todas as principais linguagens de programação.

JUnit

O JUnit é um framework que ajuda na execução de testes unitários em código Java. Nesse sentido, ele fornece um conjunto de classes (API) para construir testes e aplicações. Logo, consegue verificar se cada unidade de código funciona da maneira esperada, além de facilitar a execução automática de teste e a apresentação dos resultados.

Cucumber

O Cucumber é um framework de testes automatizados open source programado em Ruby e desenvolvido em Behavior Driven Development (BDD), desenvolvimento orientado por comportamento. Esse conceito é utilizado para definir testes de aceitação em aplicações web. Ele fornece documentos únicos, suporta diferentes sistemas operacionais e seu código pode ser executado em diferentes frameworks.

NUnit

O NUnit é um framework open source que escreve e executa testes de unidade para todas as linguagens .Net. Ele foi criado inicialmente em Java, mas teve sua biblioteca reescrita em C#, com adição de recursos, além dos fornecidos pela plataforma .NET. O NUnit traz resposta imediata e possibilita testes hierárquicos, logo, permite testar uma unidade, várias unidades ou todo o sistema. 

Pytest

O Pytest é um framework de testes automatizados para a linguagem Python. Ele facilita a escrita de testes pequenos e ainda pode escalar seu uso para testes funcionais complexos. Além disso, tem a possibilidade de se estender com plugins e realizar testes no próprio Unittest do Python. 

Ficou interessado e quer saber mais sobre a automatização de testes de software? Entre em contato com a equipe de Consultoria de Testes Automatizados da Objective!

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.