< Insights

5 razões do porque a modernização de sistemas legados deve ser prioridade na tomada de decisão

  • Transformação Digital
  • Artigo

O cenário digital de constante mudança exige um olhar atento para novos recursos e tecnologias que influenciam na competitividade da empresa no mercado. Nesse sentido, a inovação em produtos e serviços, assim como a implementação de novos recursos e funcionalidades são fundamentais para a empresa se destacar dos concorrentes.

A modernização de sistemas legados é um passo fundamental para alcançar a agilidade, o crescimento e os diferenciais necessários para manter e conquistar novos clientes. Isso porque, a jornada de modernização de sistemas traz arquiteturas mais flexíveis, tecnologias mais atuais e ambientes expansivos para a escalabilidade dos negócios. 

5 razões para considerar a modernização de sistemas

A modernização de sistemas legados deve ser prioridade na tomada de decisão de empresas que desejam se manter competitivas no mercado. Conheça abaixo quais são elas:

Atualização tecnológica

A modernização permite a adoção de tecnologias mais recentes e eficientes. Isso inclui atualização de linguagens de programação, frameworks, bibliotecas e ferramentas de desenvolvimento. Ao utilizar tecnologias mais recentes, é possível aproveitar melhorias de desempenho, segurança e funcionalidades avançadas, o que resulta em sistemas mais robustos e escaláveis.

Arquitetura orientada a serviços

A modernização de sistemas legados pode envolver a adoção de arquiteturas orientadas a serviços, como a arquitetura de microsserviços. Isso permite a decomposição do sistema em serviços independentes, altamente coesos e ligados por APIs leves. A arquitetura de microsserviços facilita a escalabilidade, a manutenção e a evolução contínua do sistema, além de suportar melhor a integração com outras aplicações.

Virtualização e contêineres

Essa transformação também pode envolver a virtualização de infraestrutura ou o uso de contêineres, como Docker. Nesse sentido, proporciona maior eficiência no uso de recursos de hardware, facilita a implantação e a portabilidade de aplicações, e simplifica o gerenciamento de ambientes de desenvolvimento, teste e produção.

Integração de dados e APIs

Esse processo pode incluir a adoção de abordagens modernas para integração de dados e exposição de APIs. Isso possibilita a troca eficiente de informações com outros sistemas, tanto internos quanto externos, por meio de padrões e protocolos atualizados. Logo, a integração de dados e APIs facilita a colaboração entre sistemas e promove a reutilização de funcionalidades.

Automação e DevOps

A modernização de sistemas legados pode envolver a automação de processos de desenvolvimento, implantação e operações, por meio de práticas de DevOps. Isso inclui a utilização de ferramentas de automação de build, teste e implantação, bem como a adoção de pipelines de entrega contínua. A automação e o DevOps aceleram o ciclo de desenvolvimento, melhoram a qualidade do software e reduzem o tempo de resposta a mudanças de requisitos e correções de bugs.

A jornada de modernização de sistemas em etapas

A jornada de modernização de sistemas pode variar de acordo com as necessidades e requisitos específicos de cada empresa. No entanto, existem algumas etapas gerais nesse processo. Conheça mais sobre elas abaixo:

Análise e planejamento

Nesse primeiro momento, é realizada uma análise detalhada dos sistemas legados existentes, que verifica os requisitos funcionais e não funcionais, bem como os riscos e desafios da aplicação. Através do código-fonte, da arquitetura e infraestrutura do sistema, são realizadas atividades como análise de dependências, identificação de pontos problemáticos de desempenho e segurança, avaliação da qualidade do código e estimativa de esforço necessário para a modernização. Com base nessa avaliação, é elaborado um plano de modernização que define as metas e os objetivos técnicos a serem alcançados.

Levantamento de requisitos

Em seguida, ocorre a definição detalhada dos requisitos do sistema que será modernizado, através de entrevistas com os stakeholders, análise de documentos existentes e workshops de levantamento de informações. Esses requisitos são documentados em artefatos como casos de uso, especificações funcionais e não funcionais, diagramas de classes e diagramas de sequência.

Seleção da abordagem

Com base nos requisitos, é feita a seleção da abordagem de modernização mais adequada. Isso pode envolver técnicas como refatoração do código-fonte existente, reestruturação da arquitetura, introdução de tecnologias emergentes, migração para uma nova plataforma ou reescrita completa do sistema. A escolha é baseada em critérios como custo, esforço, impacto nos negócios, escalabilidade e compatibilidade com a infraestrutura existente.

Desenvolvimento e implementação

Nessa etapa, ocorrem as atividades de desenvolvimento do sistema que será modernizado. Assim, são utilizadas ferramentas e linguagens atuais, de acordo com padrões de design e práticas de desenvolvimento ágil. Também são empregadas técnicas de engenharia de software, como TDD (Test-Driven Development) e CI/CD (Continuous Integration/Continuous Deployment), para garantir a qualidade do código e a entrega contínua de funcionalidades.

Migração e integração de dados

Se necessário, ocorre a migração dos dados do sistema legado para o novo sistema modernizado. São utilizadas técnicas como extração, transformação e carga (ETL) para garantir a consistência e integridade dos dados durante a migração. Além disso, são realizados esforços para integrar o novo sistema com outros sistemas e serviços existentes na organização, utilizando padrões de integração, como API (Application Programming Interface).

Testes e validação

Após o desenvolvimento, são realizados testes abrangentes para validar o sistema modernizado. Isso inclui testes unitários, testes de integração, testes de aceitação do usuário, testes de carga e testes de segurança. São utilizadas ferramentas de automação de testes e frameworks de teste, como JUnit e Selenium, para garantir a cobertura adequada e a detecção precoce de defeitos.

Implantação e monitoramento

Nesta etapa, ocorre a implantação do sistema modernizado em um ambiente em nuvem. São empregadas técnicas de implantação, como implantação em contêineres, e ferramentas de automação de implantação, como Kubernetes. É importante realizar monitoramento contínuo do sistema em produção, utilizando ferramentas de monitoramento de desempenho, logs e métricas. Isso permite detectar e solucionar problemas de desempenho, garantir a disponibilidade do sistema e realizar ajustes conforme necessário.

Manutenção e evolução

A modernização de sistemas legados requer um ciclo contínuo de manutenção e evolução. É necessário estabelecer processos de gerenciamento de mudanças, como a utilização de controle de versão e a prática de revisão de código, para lidar com correções de bugs e melhorias incrementais. A evolução contínua do sistema envolve a adoção de práticas de DevOps, como integração contínua e entrega contínua (CI/CD), para permitir a rápida implantação de novas funcionalidades. Além disso, é importante acompanhar as tendências tecnológicas e realizar atualizações regulares para garantir que o sistema modernizado esteja alinhado com as necessidades em constante mudança da organização.

Como preparar sua empresa para tecnologias emergentes? 

Utilizar essas novas tecnologias de forma eficaz requer um planejamento estratégico e uma abordagem cuidadosa. Aqui estão algumas etapas importantes a serem consideradas:

Como a migração para a nuvem pode melhorar a gestão dos recursos e reduzir custos de infraestrutura

Segundo estudo do Gartner, até 2027, mais de 50% das empresas  vão migrar seus sistemas para a nuvem para acelerar suas iniciativas de negócios. Nesse sentido, a migração para nuvem ajuda a manter a competitividade no mercado e impulsionar a evolução dos negócios de forma eficiente e escalável. Isso porque, ao migrar para a nuvem, as empresas podem se beneficiar de recursos de infraestrutura flexíveis, escaláveis e altamente disponíveis. Isso permite a otimização dos custos operacionais, eliminando a necessidade de investimentos pesados em hardware e infraestrutura local. 

Além disso, a nuvem oferece uma ampla gama de serviços gerenciados, como armazenamento de dados, processamento em larga escala, análise de dados e aprendizado de máquina, permitindo que as empresas utilizem tecnologias avançadas sem a necessidade de desenvolver e manter a infraestrutura internamente. 

A migração para a nuvem também proporciona maior flexibilidade e agilidade na implementação de novos serviços e aplicativos, acelerando o tempo de lançamento no mercado e promovendo a inovação. Com a capacidade de dimensionar recursos de forma rápida e eficiente, a nuvem permite que as empresas se adaptem às demandas em constante mudança, oferecendo uma vantagem competitiva significativa. Dessa forma, você apenas paga pelos recursos que utiliza e no tempo em que utiliza, o que de forma bem gerenciada, gera otimização de custos. 

Como serviços especializados podem ajudar nos desafios de modernização de sistemas?

Serviços especializados desempenham um papel fundamental na superação dos desafios complexos associados à modernização de sistemas. Ao contar com a experiência técnica e conhecimento especializado desses serviços, as empresas podem obter uma avaliação abrangente e precisa dos sistemas legados, identificando áreas de melhoria e avaliando riscos e impactos potenciais. 

Além disso, os especialistas podem oferecer orientação especializada na seleção e implementação das tecnologias mais adequadas, bem como na definição de arquiteturas modernas, na elaboração de planos estratégicos de migração e modernização, capacitação de equipe e suporte contínuo durante a implementação. Assim, sua empresa pode acelerar o processo de modernização, minimizar riscos e garantir a entrega de sistemas atualizados e otimizados, capazes de atender às demandas técnicas e de negócios. 

Sua empresa está com desafios causados por sistemas legados e locais? Converse com nossos especialistas e discuta os obstáculos que impedem sua organização de crescer e escalar! 

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.