< Insights

Entenda o que é cloud computing e como funciona o armazenamento em nuvem

  • Inovação e Gestão
  • Artigo

Você sabe o que é cloud computing? Se você já salvou ou compartilhou um documento no Google Drive, ouviu uma música no Spotify ou comprou um produto em um marketplace qualquer, você já usou serviços em nuvem, ou seja, a cloud computing. 

A computação em nuvem não é mais uma novidade ou inovação no mundo tec, ela agora se tornou essencial. Atualizando-se com novas tecnologias a cada ano, a cloud traz soluções para todo tipo de necessidade da sociedade moderna.

O que é e qual a função da Cloud Computing?

Cloud computing é uma tecnologia que aproveita da conectividade e do tamanho da internet, servindo de abrigo para os mais variados recursos, programas e informações. 

Assim, a computação em nuvem permite que o usuário os acesse por meio de qualquer dispositivo tecnológico, como tablets, computadores e celulares. Tudo isso sem a necessidade de conectar-se a um computador pessoal ou servidor local. 

Usando um exemplo para explicar melhor essa definição, se você já editou um documento no Google Docs ou assistiu a um filme na Netflix, você já teve contato direto com a computação em nuvem. 

Nos serviços citados não é necessário o download, instalação e acesso de qualquer tipo de software ou arquivo no seu computador. Se o usuário possuir um navegador e uma conexão estável com a internet, já é o suficiente para usufruir da tecnologia. 

A computação em nuvem é muito popular hoje em dia. Se você analisar o modelo tradicional de computação, em que usuários e empresas precisam investir em downloads, hardwares, sistemas operacionais e softwares para conseguir algum tipo de aplicação, é fácil entender o porquê essa tecnologia se tornou tão usada. Por isso, hoje em dia, muitas pessoas e empresas fazem a migração para cloud computing.

A nuvem surgiu como uma forma de democratizar informações e melhorar a experiência de quem depende de recursos tecnológicos em nível pessoal ou profissional. Mais para frente, veremos os benefícios que ela traz para o usuário ou organização.

Ela pode servir para:

  • Usuários visualizarem e liberarem recursos sob demanda;
  • Redimensionar os recursos para cima ou para baixo automaticamente, dependendo da carga;
  • Disponibilizar os recursos em uma rede com segurança adequada;
  • Deixar os provedores de serviços dentro da nuvem para poderem ativar um modelo de pagamento conforme o uso, em que os clientes são cobrados com base no tipo de recursos e por uso.

Como funciona a Cloud Computing?

A computação em nuvem funciona usando um servidor remoto para conectar dispositivos dos usuários a recursos centralizados, que armazenam todos os dados e programas  que você precisa e pode estar no seu próprio país ou do outro lado do mundo. 

Quais os tipos de computação em nuvem?

Há 3 tipos de computação em nuvem: o público, o privado e o híbrido. No caso de empresas que planejam usar um serviço na nuvem, é necessário ter em mente que a escolha dependerá de fatores relacionados a custo, disponibilidade, desempenho e expectativas. Entre os tipos de computação em nuvem, temos:

Nuvem pública

Na Nuvem Pública, os recursos computacionais, como servidores e armazenamento, são fornecidos por terceiros e ficam disponíveis para qualquer pessoa ou empresa que deseje contratá-los. 

Aqui, o usuário é o responsável pelo que será enviado para a nuvem, seja um backup, um aplicativo ou alguns arquivos. Enquanto isso, o provedor de nuvem vai estar focado na manutenção, segurança e gerenciamento de todos os recursos. 

Nela, tudo está disponível na web e compartilhado entre vários usuários que o usam simultaneamente, porém de forma separada, o que mantém os recursos padronizados. 

Esse modelo acaba sendo mais barato, já que oferece soluções práticas e unificadas. Portanto, a nuvem pública é indicada para empresas que querem ter um custo menor. 

Nuvem privada

Com a Nuvem Privada, a empresa mantém a infraestrutura dentro da cloud em seu domínio interno e oferece acesso restrito a usuários selecionados, como funcionários e parceiros. 

A nuvem privada possibilita que a empresa personalize as funções e o suporte às suas necessidades. Como a nuvem é projetada exclusivamente para uma empresa ou usuário específicos, todos os processos são direcionados para a realidade do negócio ou projeto pessoal. 

Organizações que devem seguir certos regulamentos e regras específicas sobre segurança e privacidade de dados e informações, normalmente, usam a Nuvem Privada. Esse é o caso de algumas instituições financeiras e governamentais.

Nuvem híbrida

Por fim, quando falamos sobre a Nuvem Híbrida, nos referimos à união dos dois modelos anteriores, ou seja, a combinação da Nuvem Pública e da Nuvem Privada, que permite compartilhar dados e aplicativos entre os dois tipos de nuvem citados. 

Dessa maneira, seguindo a necessidade e a estratégia do negócio, alguns recursos são utilizados de forma privada, outros são utilizados de forma pública e ainda estão ligados por meio de tecnologias.

Quais as vantagens da Cloud Computing?

 Entre as vantagens da utilização da Cloud Computing, podemos citar:

Redução de custo

Como construir seus próprios servidores e ferramentas pode ser um processo lento e com alto custo, é necessária a solicitação e pagamento, instalação e configuração do hardware. Usando a cloud, é necessário pagar somente pelo valor que usamos e quando usamos os recursos de computação. Dessa maneira, a computação em nuvem é econômica.

Escalabilidade

Outra ótima vantagem da computação na nuvem é a elasticidade, onde você pode aumentar e diminuir a capacidade da sua máquina de forma simples com apenas alguns cliques. Então, o cloud computing se torna uma alternativa notável.

Agilidade e Inovação

O cloud computing possibilita a inovação com mais agilidade, uma vez que você pode disponibilizar recursos de TI de forma rápida e conforme a necessidade de forma mais barata, as implantando em vários servidores em pouquíssimo tempo.

Confiabilidade

Ele também oferece diversos serviços gerenciados, confiáveis ​​e consistentes, muito mais do que uma infraestrutura de TI interna (on premises). A cloud computing garante serviço 24 horas por dia e todos os dias do ano. Se algum servidor falhar, os aplicativos e serviços hospedados poderão ser facilmente transferidos para qualquer um dos servidores disponíveis.  

Backup e recuperação

Armazenar dados na nuvem, fazer backup e restaurar os mesmos podem ser mais vantajosos e simples do que guardá-los em um dispositivo físico. A tecnologia dos provedores de serviços cloud também possuem capacidade suficiente para recuperação de dados, assim, há a segurança de recuperar os dados a qualquer momento.

Acesso fácil às informações

Como já mencionamos, depois de migrar para a nuvem, você tem acesso à ela em qualquer lugar do mundo, desde que haja conexão com a internet estável. Existem vários recursos de armazenamento e segurança que podem mudar de acordo com o tipo de nuvem escolhida.

Quais as desvantagens da Cloud Computing?

Como vimos, existem muitas vantagens para a Cloud Computing. Mas existem algumas desvantagens também, veja quais são elas:

  • Não conseguir acessar informações e aplicações sem uma conexão Wi-Fi ou quando a conexão é falha;
  • Possibilidades de falhas do servidor ou situações pontuais que impedem ou atrasam o trabalho;
  • Perda de controle direto sobre as informações armazenadas;
  • Há maior possibilidade de falhas de acesso que geram acesso negado pelo uso de servidores e recursos compartilhados por diferentes empresas e utilizadores;
  • Se as transferências de dados não forem criptografadas, podem representar brechas para possíveis fugas de dados;
  • Possibilidade de alterações dos locais dos servidores de dados com desconhecimento da empresa para países fora do Espaço Econômico Europeu (EEE), nos quais não há legislação que garanta os níveis de proteção de dados das empresas.

Modelos de serviços

Existem alguns modelos de serviços com o Cloud Computing. Cada um deles pode apresentar características e benefícios diferentes, por isso é importante saber quais são eles: 

IaaS – Infrastructure as a Service

IaaS significa Infraestrutura como Serviço e fornece aos usuários a capacidade de provisionar processamento, armazenamento e conectividade de rede sob demanda.

PaaS – Platform as a Service

PaaS significa Plataforma como Serviço. Nesse caso, o provedor de serviços fornece vários serviços, como bancos de dados, filas, mecanismos de fluxo de trabalho e e-mails aos seus clientes, que podem usar esses componentes para criar seus próprios aplicativos. 

SaaS – Software as a Service

SaaS significa Software como Serviço e, como o nome já diz, aqui os fornecedores terceirizados fornecem aplicativos de usuário final a seus clientes com alguns recursos administrativos no nível do aplicativo, como a capacidade de criar e gerenciar seus usuários. 

Multi cloud

Multi cloud é o uso de mais de um provedor de serviços cloud em um ambiente de TI, em vez de depender de um único fornecedor desses serviços (lock-in). O ambiente multi-cloud normalmente usa dois ou mais fornecedores de Nuvem Pública e também podem incluir uma Nuvem Privada, que inclui tecnologia cloud no data center de uma empresa.

Aproveite para ver também o que temos a contribuir com sobre o tema de Internet das coisas!

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.