< Insights

Guia de Referência Agile Business Owner: 5 motivos para escolher e conquistar melhores resultados

  • Metodologias
  • Artigo

A agilidade de negócios, ou Business Agility, exige competências e capacidades organizacionais além de Líderes de Negócios que realmente farão a diferença nos resultados de negócios a serem obtidos. Isso não é simples e não podemos considerar a agilidade de negócios meramente como a aplicação de práticas ágeis no contexto de toda a organização ou nas áreas de negócios. Por isso, apresentamos aqui 5 motivos para escolher o Guia de Referência do Agile Business Owner como base para conquistar melhores resultados.

No artigo anterior abordamos o tema: “Business Agility: 5 instituições para conquistar melhores resultados”, e apresentamos 5 instituições que possuem um propósito em atuar com Business Agility, conforme a definição de cada uma. Nele há uma questão apresentada, que é: Como identificar a melhor instituição para melhores resultados? Aqui, direcionamos 5 motivos para a escolha do ABO – Agile Business Owner, referenciado neste artigo como Guia de Referência do Agile Business Owner.

Empoderamento dos 5 motivos

Para ajudar em uma base de pensamento sobre os 5 motivos que são apresentados mais adiante neste texto, gosto muito da definição compartilhada pelo Luiz C. Parzianello, sócio, fundador e CEO da Surya:Business Agility ou agilidade de negócios, tem sido definida como um conjunto de capacidades que permitem uma organização responder rapidamente às demandas de seus clientes e adaptar-se continuamente às mudanças e tendências de um mercado cada vez mais VUCA e digital.”

Com base em conversas com o Parzianello, Mateus Piveta, que também é sócio e Diretor de Novos Negócios na Surya, e com o Rafael Prikladnicki,  ,e com base no Guia de Referência do ABO e no treinamento da ABO Academy, apresento algumas considerações e aprendizados importantes que tive e que fortalecem os motivos que serão apresentados:

  • Agilidade de negócio não é agilidade organizacional/operacional. Agilidade organizacional foca em produtividade, qualidade, foco em processos e um olhar da empresa para dentro. Além de estar relacionado ao crescimento linear e orgânico. Agilidade de negócios é estratégia de negócios, podendo atuar com inovações no negócio, criando novos mercados ou novos negócios que não existem, com disrupções no mercado e capacidades para exponencializar os resultados desejados. E é a grande estratégia para sair do estado atual de negócio e de resultados para um estado desejado em negócio e resultados.
  • Agilidade de negócio viabiliza a aceleração, crescimento e resultados, através de criação de capacidades de negócio visando vantagem competitiva sobre o contexto de negócio que se atua.
  • Agilidade de negócios se faz com líderes de negócios que inspiram a evolução e agentes de mudança que desenvolvem novas capacidades organizacionais.
  • Agilidade de negócios é um estado desejado de melhores capacidades organizacionais, que resultam em diferenciais competitivos no contexto da Nova Economia Digital.
  • Líderes de negócios precisam atuar com novos modelos de gestão baseados nas abordagens Lean, Ágil e Exponencial.
  • O modelo de gestão é uma forte alavanca que ajusta ou que cria ou que muda uma cultura organizacional na organização. 
  • Agilidade de negócios visa acelerar resultados das empresas com muita experimentação e adaptação na estratégia e modelo de negócio.
  • Agilidade de negócios contempla o “Legado – Behind Core Business”, o “Estado Atual – Core Business” e o “Estado Desejado – Beyond Core Business”, onde atuamos com as abordagens Lean, Ágil e Exponencial.
  • Agilidade de negócios é uma nova área do conhecimento visando vantagem competitiva na Nova Economia digital e um estado desejado para a liderança.

Reforço com esses exemplos de considerações e aprendizados a visão de que a agilidade de negócios é uma nova área do conhecimento! Sendo essencial haver um papel adequado para o líder de negócio, que relacionamos ao ABO-Agile Business Owner. Também é essencial a utilização de um modelo, e que no caso temos o Modelo Agile Business OwnershipTM, que busca acelerar o crescimento com as abordagens Lean, Ágil e Exponencial.

5 motivos para escolher o Guia de Referência do Agile Business Owner 

Os cinco motivos são justamente os cinco domínios do Modelo Agile Business OwnershipTM

Os domínios fazem parte de um modelo de gestão direcionado aos líderes de negócios que buscam acelerar o crescimento através das abordagens Lean, Ágil e Exponencial. Ele foi desenvolvido pela Surya e sistematizado pela ABO Academy. É um modelo top-down, ou seja, inicia-se com a alta gestão, com os grandes líderes, com os C-Levels; que foca nas visões estratégia, tática e operacional; além de possuir um modelo específico de liderança. Propondo um modelo de gestão baseado em práticas e de ciclo PDCAL (Plan, Do, Check, Analyse e Learn) para o ABO/Líderes.

Veja um resumo geral dos domínios do Modelo Agile Business OwnershipTM a seguir:

Modelo Agile Business Owner
Modelo Agile Business OwnershipTM . Fonte: ABO Academy e Surya.

Motivo 1: Liderança Evolucionária

Precisamos de líderes visionários para serem catalisadores da mudança na transformação da empresa e do negócio. A liderança adequada do estado e do propósito desejado pela liderança é fundamental para o sucesso e para a inspiração sobre as capacidades de negócio e resultados que são apresentados pelas oportunidades na Nova Economia Digital.

Esse domínio foca, por exemplo, no coaching, mentoring, capacitações e práticas que potencializarão as competências de negócios e capacidades dos líderes de negócios, denominados também de Business Owner ou de Agile Business Owner no contexto do guia de referência do ABO. E é o maior ponto de alavancagem e motivo que considero para a conquista de melhores resultados.

Estrutura da Mudança

É essencial a participação ativa, engajamento, empoderamento, autonomia e principalmente a visão estratégica disruptiva à toda organização e do contexto de negócio, sobre a elaboração da nova estratégia e do novo modelo de gestão cultural da organização. Digo novo, considerando o modelo da Nova Economia Digital, que é baseada em tecnologia e com base nas práticas Lean, Ágil e Exponencial, segundo Luiz C. Parzianello.

Complementando esse ponto, o modelo de gestão é crucial para a geração da cultura desejada, ou seja, uma totalmente aderente à agilidade de negócios. Nesta relacionamos as práticas base Lean, Ágil e Exponencial com as competências essenciais de “Estratégia Exponencial”, “Portfólio Enxuto” e a “Governança Ágil”. Que são os outros pontos de alavancagem e motivos para a base de melhores resultados.

Motivo 2: Estratégia Exponencial

A estratégia exponencial é considerada, neste ponto, como a aplicação e tangibilização do pensamento exponencial, identificação de oportunidades e atuação com os riscos existentes no contexto de negócio, visando concretizar um propósito de transformação massiva para identificar e implementar soluções de negócios que resultam na aceleração dos resultados.

Motivo 3: Portfólio Enxuto

A aplicação do pensamento Lean é voltada para a redução e eliminação de desperdícios, o que é essencial em qualquer contexto de negócio. A gestão de Portfólio de Projetos ou de iniciativas com o pensamento Lean viabiliza a tomada de decisão de forma mais rápida e com um grau de assertividade adequado ao contexto para a geração de capacidades de negócio e na obtenção dos resultados desejados.

Motivo 4: Governança Ágil

O pensamento ágil possibilitará ciclos de feedback, inspeção, adaptação, transparência e melhor comunicação entre o contexto de negócio e os demais relacionados. Ou seja, direcionará e fortalecerá a definição do modelo de gestão organizacional, mantendo o foco no cliente, nas partes interessadas (stakeholders) e no respectivo contexto de negócio.

Motivo 5: Execução Evolutiva

Toda a evolução ocorrerá através da execução inter relacionada entre todos os domínios / motivos apresentados. A execução evolutiva baseia-se em um ciclo de ações PDCAL (Plan-Do-Act-Analyse-Learn) e em um modelo de práticas com cadências no âmbito da liderança, estratégia, iniciativas e operações. O que garante uma governança com experimentações e aprendizagem em todo o contexto de negócio e em toda a organização.

A cultura organizacional, sendo realizada de forma empírica e pragmática com base nesses motivos / domínios, aumentará a probabilidade de sucesso do contexto de negócio relacionado, se comparado com um modelo clássico de atuação baseado apenas em crescimento de negócio orgânico e linear. Vide empresas como a Magazine Luiza, Uber, AirbnB, Netflix; que possuem um modelo voltado aos motivos e realmente fazem a diferença no contexto de mercado em que atuam.

Complemento o texto com o mesmo final do artigo anterior:

“E é essencial compreender que Business Agility é uma atuação na camada de negócios e não na camada operacional da organização, porque “Business Agility” não é “Organizational Agility”, mas ambas são essenciais!”

E os 5 motivos apresentados aqui colaboraram para uma agilidade de negócios bem assertiva e verdadeira!

Gostou do artigo e quer saber mais? Fica aqui a sugestão para assistir esses dois webinários que complementam e reforçam esse tema:

Entre em contato conosco para saber mais sobre como conseguimos agregar em seus negócios através da Business Agility e da Organizational Agility.

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.