< Insights

Tecnologia sustentável: como transformar sua empresa para o futuro

  • Transformação Digital
  • Artigo

À medida que a conscientização sobre as mudanças climáticas e a necessidade de preservar o meio ambiente continuam a crescer, a tecnologia sustentável se destaca como uma força transformadora em direção a um futuro mais verde.

Segundo o Gartner, a expectativa é que 50% dos diretores de tecnologia da informação tenham métricas de desempenho vinculadas à sustentabilidade da organização de TI até 2025, destacando a crescente importância dessa pauta nas estratégias de negócios.

Este artigo explora o vasto campo da tecnologia sustentável, sua definição, importância e impacto no meio ambiente, além de trazer o papel da Internet das Coisas (IoT) no monitoramento e otimização do consumo de recursos com casos reais.

O que é tecnologia sustentável?

A tecnologia sustentável é um tipo de inovação que tem como objetivo minimizar impactos negativos no meio ambiente, promover a eficiência energética e reduzir o consumo de recursos naturais. É uma resposta às crescentes preocupações com as mudanças climáticas, poluição, esgotamento de recursos e perda de biodiversidade.

Ainda segundo o Gartner, essa perspectiva vai além da mera sustentabilidade nas operações internas de TI e, em vez disso, eles definem que a tecnologia sustentável é um “modelo de soluções digitais que podem capacitar resultados ambientais, sociais e de governança (Environmental, Social and Governance, ESG) para a empresa e seus clientes”.

Essa abordagem holística reconhece o impacto mais amplo que a tecnologia pode ter no mundo, indo além da eficiência operacional para promover um futuro mais sustentável e equitativo.

A importância da tecnologia sustentável e o seu impacto no meio ambiente

A aceleração da tecnologia sustentável é uma demanda urgente para proteger nosso planeta. Ela desempenha um papel importante na redução da pegada ecológica, conservação de recursos naturais, combate à poluição e minimização das emissões de gases de efeito estufa. Sem ela, seria desafiador alcançar as metas globais de sustentabilidade estabelecidas no Acordo de Paris e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

São diversos os impactos significativos no meio ambiente, entre eles:

  • Reduzir a poluição do ar e da água. 
  • Diminuir o consumo de energia. 
  • Minimizar a degradação do solo. 
  • Conservar recursos hídricos e florestais. 
  • Aumentar a reciclagem e a reutilização de materiais.

Tipos de tecnologia sustentável

Existem muitos tipos de tecnologia sustentável que podem ser aplicados em diferentes aspectos das operações de uma empresa para promover a sustentabilidade. Aqui estão alguns exemplos:

Energias renováveis

A adoção de fontes de energia limpa, como energia solar, eólica, hidrelétrica e geotérmica, pode ajudar a reduzir as emissões de carbono e a dependência de combustíveis fósseis.

Eficiência energética

Tecnologias que reduzem o consumo de energia, como iluminação LED, sistemas de gestão de energia e isolamento térmico, são fundamentais para reduzir os custos e o impacto ambiental.

Mobilidade sustentável

Veículos elétricos (VEs), bicicletas elétricas e soluções de compartilhamento de carros contribuem para a redução das emissões de carbono no transporte.

Gestão de resíduos

Tecnologias avançadas de reciclagem e compostagem, bem como a automação de processos de gerenciamento de resíduos, ajudam a minimizar o desperdício.

Tecnologias de construção sustentável

Isso inclui a utilização de materiais de construção eco-friendly, sistemas de aquecimento e refrigeração eficientes e técnicas de construção que minimizem o desperdício.

Tecnologia agrícola sustentável

Inclui a automação na agricultura, uso de sensores para monitoramento e gestão de cultivos, e técnicas de cultivo de baixo impacto.

Blockchain para rastreabilidade

Usar a tecnologia blockchain para rastrear a origem de produtos, garantindo a autenticidade e a sustentabilidade dos mesmos. 

Segundo a Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana da Cidade de São Paulo), diariamente são produzidas 18 mil toneladas de lixo em São Paulo. A plataforma de gestão de materiais e resíduos, GreenPlat, baseada em Blockchain-as-a-service, traz dados em tempo real e transparência para a cadeia de fornecimento de materiais, para o processo produtivo e para a cadeia de destinação. 

A utilização da plataforma trouxe transparência ao caminho do lixo, capacitou o poder público a fiscalizar, auditar e punir aqueles que desrespeitam a lei ambiental. Por meio da plataforma, já foi possível registrar mais de 690 mil empresas geradoras de resíduos, e 742 empresas que os transportam. 

Tecnologia de inteligência artificial (IA)

A IA pode ser usada para otimizar processos, identificar oportunidades de economia de recursos e ajudar na tomada de decisões sustentáveis.

Por exemplo, uma plataforma de gerenciamento eficaz de irrigação, a Kilimo, se baseia no uso de inteligência artificial e data analytics para analisar e fornecer resultados de rendimento e qualidade com menos recursos.

Apenas no ano de 2022, a plataforma reduziu 72 bilhões de litros de água, o equivalente a 2 meses do consumo de toda população da cidade de Santiago do Chile.

Exemplo real de aplicação de tecnologia sustentável

Para tangibilizar melhor, um exemplo de uma empresa que usa Inteligência Artificial (IA) para promover a sustentabilidade é o Google.

O Google utiliza IA para otimizar o funcionamento de seus data centers e reduzir o consumo de energia. A empresa emprega algoritmos de aprendizado de máquina para analisar uma grande quantidade de dados operacionais em tempo real. Isso permite que os data centers ajustem automaticamente suas operações com base nas condições ambientais, na demanda de energia e em vários outros fatores.

Além disso, o Google também utiliza IA para prever e planejar a demanda de energia de seus centros de dados com antecedência. Isso não só ajuda a reduzir os custos operacionais, mas também permite que a empresa aproveite fontes de energia renovável, como a energia eólica e solar, quando estão disponíveis em maior quantidade.

Como resultado desse esforço, a Google conseguiu reduzir significativamente sua pegada de carbono e tornar suas operações de data centers mais sustentáveis. A empresa tem um compromisso de atingir 100% de energia renovável para suas operações em data centers e está no caminho certo para alcançar esse objetivo em grande parte devido ao uso da IA.

Uso da Internet das Coisas para monitorar e otimizar o consumo de recursos

A Internet das Coisas (IoT) se tornou uma forte aliada na busca por soluções inteligentes. Ela tem desempenhado um papel central nessa revolução, capacitando a monitorização e otimização do consumo de recursos de forma inovadora e eficaz.

A IoT transforma objetos cotidianos em entidades conectadas, dotadas de sensores e dispositivos inteligentes que coletam dados em tempo real. Esses dados, por sua vez, alimentam sistemas de controle que permitem ajustar, otimizar e, em última instância, reduzir o consumo de recursos essenciais, como energia, água, resíduos e muito mais.

Abaixo, separamos alguns contextos de como as empresas podem usar a IoT para adotar uma tecnologia sustentável:

Gestão de energia

Sensores conectados a dispositivos, como iluminação, sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC) e equipamentos industriais, permitem a coleta em tempo real de dados de consumo de energia. Isso possibilita a otimização do uso de energia, identificando padrões de consumo e ajustando automaticamente as configurações para reduzir o desperdício de energia.

Agricultura inteligente

Na agricultura, sensores IoT são usados para monitorar o solo, as condições climáticas e as plantas. Isso permite uma irrigação precisa e o uso eficiente de fertilizantes, minimizando o consumo de recursos hídricos e químicos.

Gestão de resíduos

Contentores de lixo conectados à IoT podem informar quando estão cheios, otimizando as operações de coleta de resíduos e reduzindo o consumo de combustível e as emissões de carbono. Dados mostram que 77% das companhias da América Latina já estão usando data analytics para aumentar a transparência da sua pegada de carbono.

Mobilidade sustentável

Veículos conectados à IoT podem ser usados para otimizar o tráfego, reduzir congestionamentos e melhorar o fluxo de transporte público, economizando combustível e reduzindo as emissões de poluentes.

Edifícios inteligentes

Edifícios conectados à IoT podem ajustar automaticamente sistemas de iluminação, aquecimento e refrigeração com base na ocupação e nas condições ambientais, economizando energia.

Gestão de ativos industriais

A IoT é usada para monitorar o desempenho de máquinas e equipamentos industriais, identificando problemas antes que ocorram falhas, o que reduz o desperdício de recursos e economiza custos de manutenção.

Caso de sucesso Enel: Uso de IoT para eficiência energética

A Enel, empresa de energia elétrica, tem como objetivo alcançar inovação e sustentabilidade e garantir a máxima eficiência em termos de desempenho das plantas e o bem-estar geral das comunidades envolvidas. Para  isso, a Enel Green Power implementou uma rede de sensores IoT em suas infraestruturas de distribuição de energia elétrica, que se estende por vários países, incluindo Itália e Espanha. Esses sensores estão conectados a uma plataforma de análise de dados em tempo real, que permite à empresa monitorar e otimizar a distribuição de energia de maneira mais eficiente. 

Alguns dos benefícios reais que já foram percebidos foram:

  • Detecção de vazamentos de energia: A IoT é usada para detectar vazamentos de energia nas redes de distribuição. Quando ocorre um vazamento, os sensores enviam alertas em tempo real, permitindo à Enel agir rapidamente para corrigir o problema. Isso reduz a perda de energia e economiza recursos.
  • Melhoria da confiabilidade da rede: A Enel utiliza sensores para monitorar o estado da rede elétrica. Isso ajuda a prever falhas e interrupções, permitindo manutenção proativa e, assim, melhorando a confiabilidade do fornecimento de energia para os consumidores.
  • Integração de energia renovável: Com a IoT, a Enel pode integrar facilmente a energia de fontes renováveis, como solar e eólica, à sua rede. Isso permite a otimização do uso de energia limpa, reduzindo as emissões de carbono.
  • Economia de custos: A empresa relata economias significativas de custos como resultado da otimização da rede e da detecção de problemas de forma mais eficiente.
  • Sustentabilidade ambiental: Ao otimizar a distribuição de energia e incorporar fontes de energia limpa, a Enel contribui para a redução das emissões de carbono e promove práticas sustentáveis no setor de energia.

Segundo as palavras do CEO da Enel, Francesco Starace, a meta é bem agressiva e focada em sustentabilidade: "Esperamos alcançar a neutralidade em carbono até 2050 e contribuir para conter o aumento da temperatura global em 2 graus. A Enel seguirá lançando mão das tecnologias mais avançadas para acelerar o processo de descarbonização, melhorando a infraestrutura e promovendo a eficiência, uma vez que ser sustentável hoje significa ser competitivo amanhã."

Inovações em processos industriais sustentáveis

Um dos pilares da transição para uma economia mais sustentável é a contínua inovação nos processos industriais. Empresas em todo o mundo estão explorando novas abordagens e tecnologias para reduzir o impacto ambiental de suas operações. Isso inclui a implementação de sistemas de reciclagem avançada, onde produtos descartados são transformados em recursos valiosos, minimizando a necessidade de matéria-prima virgem.

Além disso, a manufatura aditiva e a impressão 3D estão revolucionando a forma como as peças são produzidas, reduzindo o desperdício de material. O monitoramento em tempo real de processos industriais, por meio de sensores e IoT, permite ajustes imediatos para otimizar a eficiência e minimizar resíduos. 

Essas inovações não apenas contribuem para práticas mais responsáveis do ponto de vista ambiental, mas também impulsionam a eficiência, economizando recursos e custos, tornando-as um componente essencial no caminho em direção a um futuro industrial verdadeiramente sustentável.

A tecnologia sustentável impulsionando o ESG

A tecnologia sustentável é uma parte importante das estratégias ESG, pois ajuda as empresas a atingirem suas metas de responsabilidade ambiental. Muitas das práticas e inovações em tecnologias sustentáveis estão alinhadas com as expectativas de ESG. 

Estudos mostram que as empresas que dedicarem atenção igual à tecnologia e à sustentabilidade terão maior probabilidade de se tornarem líderes dos seus setores. 

Para as lideranças, a indicação é focar em soluções tecnológicas como princípios do ESG. A tecnologia sustentável não apenas ajuda as empresas a cumprir seus compromissos ESG, mas também impulsiona a inovação e a competitividade, à medida que as empresas buscam atender às crescentes demandas por responsabilidade ambiental, social e de governança. Ela desempenha um papel fundamental na transformação das empresas em organizações mais sustentáveis e éticas.

Perspectivas para a tecnologia sustentável

A previsão é que as tecnologias sustentáveis integrem tanto as que já estão estabelecidas, como as novas tecnologias de ponta que estão por vir. Com base em tudo que abordamos nesse texto, podemos concluir que algumas tendências são importantes para o seu negócio, são elas:

Serviços na nuvem

Os serviços na nuvem oferecem uma oportunidade para alcançar benefícios de sustentabilidade em múltiplos aspectos dos sistemas econômicos, ambientais e sociais. A elasticidade dos modelos de serviços na nuvem capacita as organizações a adotar uma abordagem mais eficiente, permitindo que utilizem recursos conforme suas necessidades específicas. 

Isso, por sua vez, promove uma maior utilização de recursos compartilhados e contribui para a redução dos impactos ambientais. Ao adotar essa tecnologia, as empresas podem otimizar suas operações, minimizando o desperdício de recursos e, ao mesmo tempo, atender às demandas crescentes por práticas comerciais mais sustentáveis.

Inteligência artificial

A aplicação da inteligência artificial oferece a capacidade de otimizar operações e processos complexos, resultando em redução da pegada ambiental e da emissão de carbono, além de mitigar riscos materiais.

 A IA pode ser uma força na sustentabilidade ambiental, com a adoção de técnicas que priorizam a criação e execução de modelos com a menor pegada de carbono, sem comprometer a precisão. Isso possibilita um equilíbrio crucial entre eficiência e responsabilidade ambiental, demonstrando como a IA pode desempenhar um papel fundamental na busca de práticas mais sustentáveis.

Software de gestão de gases do efeito estufa

O software de gestão de gases do efeito estufa representa uma ferramenta essencial para facilitar a coleta, análise e geração de relatórios de dados relacionados a emissões passadas, presentes e futuras em todos os três escopos (emissões diretas, indiretas e não especificadas). Essas soluções desempenham um papel fundamental no cumprimento das obrigações de prestação de contas ambientais, fornecendo insights valiosos para impulsionar ações voltadas para o aprimoramento do desempenho das emissões. 

Além disso, elas executam um papel crítico no planejamento, previsão e otimização do portfólio de iniciativas, permitindo que as empresas atuem de maneira mais eficaz na gestão de suas emissões de gases de efeito estufa.

Caso você precise de apoio para identificar oportunidades e até desenvolver soluções tecnológicas sustentáveis e que impulsionam o ESG da sua empresa, conte com a Objective para ser seu parceiro nessa jornada, fale com nossos especialistas.

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.