< Histórias de sucesso

Eneva cria novo modelo de negócio com eficiência da gestão ao faturamento

  • Squads ágeis

Especialistas em design da Objective atuaram como facilitadores para criação de modelo de negócio de venda do gás natural liquefeito (GNL)

A Eneva é uma das maiores operadoras integradas de energia do Brasil. Há dez anos, a companhia atua com geração de energia e na produção de gás natural. Seu pioneirismo e sua presença em diversos estados brasileiros fizeram a Eneva se tornar uma das mais importantes empresas de energia do país. 

Novos horizontes

As mudanças climáticas têm acelerado o processo de transição energética no mundo todo. Nesse sentido, a substituição dos combustíveis fósseis por alternativas energéticas menos poluentes tem ganhado força no mercado. Pioneira no setor de gás natural, a Eneva precisava iniciar um novo processo na companhia: a venda do gás natural liquefeito (GNL). 

Seu desafio era estruturar um modelo de negócio claro, unificado e intuitivo para o processo complexo de venda e distribuição do GNL em pequena escala. Esse modelo comercial deveria atender as necessidades mapeadas da gestão, operação e faturamento. 

Assim, mapear um processo de ponta a ponta, prezando concisão e eficiência nas atividades e ferramentas envolvidas, trazendo visibilidade para a governança.

O principal fator na tomada de decisão da Eneva na escolha de um parceiro para esse projeto foi a responsividade. Nesse sentido, a Objective atuou com um de seus pilares que é o fast onboarding para adequar as entregas ao prazo ideal do cliente. 

“A Eneva precisava de um parceiro que fosse responsivo e atuasse na velocidade necessária para entregarmos esse novo produto ao mercado, a Objective foi a empresa que se destacou nesse requisito que era essencial para o planejamento da empresa,” afirma Carlos Araujo, Product Owner do projeto na Eneva. 

O especialista como facilitador

A estratégia utilizada para construção desse novo modelo foi o Discovery, um processo de design da qual envolve um conjunto de atividades, técnicas e frameworks para entender a fundo as necessidades e problemas a respeito de um serviço e levantar as ações necessárias para o objetivo do projeto. 

Esse processo foi executado em quatro etapas:

Etapa 1: Descobrir (5 semanas)

Foram realizados workshops e entrevistas  com os 13 setores envolvidos. Nessa etapa, o objetivo era definir os atores do processo e mapear como as atividades entre eles iriam se conectar, para construir a versão inicial do blueprint.

Etapa 2: Definir (5 semanas)

Workshops com os setores para validar, aperfeiçoar e finalizar o blueprint

Etapa 3: Idear (1 semana)

Workshops com os setores para levantar ações para colocar o processo mapeado em prática em uma visão de mínimo processo viável.

Etapa 4: Validar (1 semana)

Validação da pesquisa, do processo mapeado e da priorização de ações com o negócio.

Esse estudo resultou na priorização das atividades necessárias e oportunidades mapeadas para colocar o processo em prática, através das dores, necessidades e pontos de atenção dos envolvidos dentro do novo processo. 

O maior desafio dessa jornada foi a necessidade de uma mudança de mindset das áreas envolvidas no processo. Isso porque, eram departamentos que atuavam de forma mais burocrática. Nesse sentido, a metodologia empregada pelos especialistas da Objective foi determinante para o sucesso dessa iniciativa.

“A dinâmica proposta pela Objective foi importante para exercitar os key users de cada área a terem o mesmo tipo de raciocínio e mentalidade de pensar fora da caixa. As pessoas assumiram um olhar mais crítico, mais questionador. A partir dessas dinâmicas, foi possível observar uma ampliação da visão das áreas com o todo,” destaca Carlos Araujo, PO do projeto na Eneva. 

Com a entrega final do material produzido pelos especialistas de UX Research da Objective, a governança de processos da Eneva consumiu o conteúdo para realizar o detalhamento do modelo de negócio da comercialização do GNL.

A evolução através da visibilidade

Com o blueprint foram identificadas 208 atividades de ponta a ponta para o processo de venda do gás natural liquefeito. Essas atividades mapeadas facilitaram a visualização do processo, a comunicação entre os setores e a identificação de oportunidades de integrar e automatizar as atividades. 

Esse guia unificado proporcionou uma evolução na gestão do negócio, visto que, simplificou o levantamento de ferramentas, requisitos e responsáveis para o processo funcionar. Além disso, trouxe velocidade, eficiência e clareza para a operação. 

O plano de ação para o desenvolvimento do modelo de negócio foi criado através da matriz MoSCoW, em que foram priorizadas 55 ações para o modelo de venda do gás liquefeito ser colocado em prática. Com essas informações, visualmente organizadas, unificadas, e detalhadas em etapas seguintes, será possível aplicar esse novo modelo comercial na Eneva no início de 2024. 

Uma parceria de sucesso

A atuação da Objective na Eneva foi reconhecida e valorizada por todos. Do impacto na gestão a entrega de valor aos negócios, essa parceria reafirma um dos propósitos da Objective que é trazer fluidez e responsividade às empresas ao solucionar desafios complexos com qualidade e inovação.

“Se você precisa de um parceiro para te ajudar a estruturar e criar um modelo de negócio eu indicaria a Objective. Se for só para mapear processo, não vale a pena contratar porque a proposta deles entrega muito mais valor,” finaliza Carlos Araujo, Product Owner na Eneva. 

Sua empresa busca por especialistas para facilitar a criação de um novo modelo de negócio? Saiba como a Objective pode te ajudar nesse caminho e trazer maior eficiência, visibilidade e segurança para a expansão do seu negócio! 

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.