< Insights

Cobrança Recorrente: saiba como ela impacta no seu negócio

  • Billing e Faturamento Recorrente

Você sabia que o modelo de cobrança recorrente está em voga e os motivos são claros? Segundo uma pesquisa da Bain & Company, o CAC (Custo de aquisição de novo cliente) é de 6 a 7 vezes mais alto do que manter um cliente existente.

E tem mais,  o usuário da base tem 271% mais propensão de adquirir seus serviços ou produtos do que um novo cliente, segundo a McKinsey.

É possível percebermos esse crescimento em cobranças recorrentes quando observamos empresas com foco em inovação, como Netflix, Spotify e LinkedIn.

A fidelização proporcionada por este modelo de “assinatura”, não só viabiliza a possibilidade de incremento de receitas com vendas de novos produtos e serviços, mas também, garante maior assertividade nas previsões financeiras e na gestão do fluxo de caixa.

Existem mais de 123 milhões de cartões de crédito em uso no Brasil, de acordo com a pesquisa do Banco Central publicada em 2020 na IstoÉ. Dessa forma, a cobrança recorrente se torna uma modalidade bastante prática. 

Esses cartões são a forma mais eficiente de pagar quando falamos de negócios por assinatura. São  muitas as vantagens em usar esse modo de cobrança, como veremos a seguir. 

Então, para te ajudar a entender tudo sobre o que é cobrança recorrente e como funciona na prática, preparamos este artigo para você. Confira!

Como funciona a cobrança recorrente?

Cobrança recorrente ou por assinatura é um modelo de negócio em que a empresa faz a cobrança com frequência pré-determinada aos seus clientes por produtos ou serviços adquiridos. 

É normal que as empresas ofereçam descontos progressivos conforme a periodicidade estabelecida, garantindo a fidelização e satisfação do cliente. Esse modelo de faturamento é feito por meio do cartão de crédito ou boleto bancário. 

Um exemplo simples de faturamento recorrente é o Spotify, um serviço de streaming de música, podcast e vídeo, que tem um modelo de assinatura mensal, cobrado de forma automática. 

Basicamente, a cobrança recorrente funciona da seguinte forma: o cliente contrata um serviço e o valor pago é lançado mensalmente no cartão de crédito dele, enquanto durar o contrato. 

Mas, não confunda! A cobrança recorrente não é um parcelamento. São cobranças feitas mês a mês, sem consumir o limite do seu cartão de crédito.

Além do Spotify, podemos dar um outro exemplo, como o plano de uma academia. Imagine que o pacote semestral tem uma mensalidade de R$ 90. Se a escolha do aluno for pagar com cartão de crédito, ele não vai precisar passar os R$ 540 parcelados em 6 vezes, pois isso comprometeria o limite disponível.

Na modalidade de cobrança recorrente são cobrados R$ 90 a cada mês na fatura, durante os seis meses do plano. 

Para isso ocorrer de forma correta, a empresa cria um sistema de pagamento que fica ligado aos adquirentes, ou seja, empresas que processam transações de cartão de crédito, como Cielo, Rede e GetNet, para assim armazenar os dados do cartão do cliente com segurança.  

A plataforma de cobrança recorrente, portanto, é um serviço que viabiliza ao empreendedor receber os pagamentos de assinaturas de forma automática e segura. 

Para quem é indicada a cobrança recorrente?

Depois de entender a cobrança recorrente o que é, é um engano achar que a cobrança recorrente é uma solução apenas para negócios digitais. 

Você pode ter um negócio que não é 100% virtual e mesmo assim contar com as praticidades da internet. Universidades, escolas de idiomas ou academias, como já usamos de exemplo anteriormente, podem receber pagamento online.

Para isso, é simples, basta essas empresas contarem com uma plataforma completa, que trabalha com vários meios de pagamento.

Confira alguns exemplos de segmentos que são indicados para usar a cobrança recorrente:

Educação

Como escolas de idiomas, universidades e instituições de ensino no geral. As matrículas são pagas pela internet e as mensalidades passam a ser recebidas de forma autorizada.

Academias

Como espaços de ginástica, musculação ou até mesmo aulas de dança. O cliente fecha a matrícula em seu cartão de crédito e paga suas mensalidades por ele. Se for utilizar o boleto bancário, aumenta a taxa de adesão.

Estacionamentos

Existem muitos estacionamentos que aceitam mensalistas. O pagamento online facilita o recebimento desse dinheiro, já que a cobrança será automática e recorrente.

E-commerces e clubes de assinatura

Sistema de pagamento online para cobrar a assinatura dos clientes. É importante escolher a plataforma de pagamento que melhor atende às necessidades do negócio.

Outros serviços

Outros exemplos: Uber, Netflix e outros serviços de transporte e streaming no geral. 

O fato é que praticamente qualquer segmento hoje em dia poderia aderir ao pagamento online, já que traz muitas facilidades e benefícios. 

Os Microempreendedores Individuais (MEIs), pequenos empreendedores e empresas SaaS (Software as a Service, traduzido como Software como Serviço) de qualquer tamanho também podem utilizar essa modalidade. 

Cobrança recorrente e Crédito recorrente: principais semelhanças e diferenças

De acordo com o que vimos até agora, vamos conferir as principais semelhanças e diferenças entre cobrança recorrente, crédito recorrente e débito recorrente. 

Cobrança recorrente

Cobrança de um plano, assinatura ou fidelidade regulamentada e normalmente automática. Para reforçar, alguns exemplos: mensalidades de academias, escolas, planos de clubes etc. A cobrança é mensal, anual ou qualquer outra periodicidade que o cliente escolher. Ela só é encerrada quando o mesmo solicitar o seu cancelamento ou o contrato acabar. A cobrança recorrente pode ser feita pelo cartão de crédito, débito automático ou boleto bancário.

Crédito recorrente

Já o crédito recorrente é uma cobrança recorrente, só que especificamente feita com o cartão de crédito. O limite do cartão do cliente não é totalmente utilizado, mas todos os meses é acrescentado o valor na fatura do cartão.

Débito recorrente

Por fim, o débito recorrente também é uma cobrança recorrente, porém é feita por meio do débito em conta. Todos os meses, na data escolhida, o valor a ser pago é debitado da conta do cliente.

Portanto, podemos dizer que, na verdade, todo crédito recorrente e débito recorrente é uma cobrança recorrente, mas nem toda cobrança recorrente é de crédito ou débito.

Pagamento Recorrente e Pagamento Parcelado: entenda a diferença

Como já mencionamos, é importante saber que a cobrança recorrente é diferente do parcelamento.

Para esclarecer, é importante entender que o pagamento recorrente é quando um serviço contratado por um determinado tempo se torna uma assinatura.

Já o pagamento parcelado é aquele que bloqueia o limite do cartão de crédito, o que não acontece com a cobrança recorrente. Ele divide o valor de uma única venda em várias parcelas fixas e mensais, com o objetivo de ajudar com o pagamento do cliente.

Ele pode ser cobrado com juros ou sem. Mas, o valor em cada parcela tem menos chance de inadimplência, isso porque a operadora do cartão faz o faturamento a partir da quantia total.

Quais os benefícios no modelo de cobrança recorrente?

Do ponto de vista do cliente, as empresas conseguem proporcionar uma comodidade na forma de pagamento, uma vez que os dados são processados apenas uma vez e a cobrança acontece de forma automática e sem preocupações.

Além disso, para conquistar essa fidelização que ocorre por meio do modelo de assinaturas, as empresas oferecem descontos ou algum benefício, o que acaba sendo vantagem para ambos os lados.

Já na questão empresarial, a contratada ganha em inúmeros aspectos, como em segurança financeira, ou seja, a previsibilidade da receita, que engloba controle no fluxo de caixa, automatização da cobrança e fidelização do cliente.

Para ficar mais claro, segue uma lista de benefícios da cobrança recorrente:

  1. Os clientes não comprometem o limite do cartão de crédito;
  2. O modelo de assinatura funciona de forma automática para o cliente e para a empresa. Não tem perigo do cliente esquecer de pagar nem a empresa de cobrar;
  3. Não existem custos com boletos se a opção do cliente for pagar com cartão de crédito ou débito;
  4. O pagamento recorrente pode ser feito apenas por meio de links e botões em sites ou até mesmo e-mails, WhatsApp e Facebook, o que favorece pequenos empresários (MEIs) e autônomos.

Como administrar todas as cobranças recorrentes?

Existe uma máxima do mercado que diz que “se você faz a mesma coisa por mais de três vezes, é um bom sinal de que você pode – e deve – fazer isso de forma automatizada”.

E, conforme a demanda cresce e aumenta o faturamento, são necessários mais recursos humanos para realizar essas cobranças ou a empresa deve buscar a automatização desse processo.

A automatização não só garante um excelente ROI como também inibe falhas humanas, que geram uma péssima experiência para o usuário, além de economizar o tempo gasto de funcionários fazendo e refazendo as tarefas.

Observando que o tipo de faturamento recorrente é mais lucrativo para o negócio, as empresas vêm investindo nesse modelo e terceirizando esse processo com empresas e plataformas especializadas no assunto, seja no modelo Cloud ou no modelo On Premises.

Afinal, uma plataforma customizada e construída de forma personalizada para cada segmento de atuação permite atender aos requisitos particulares de venda, tributação e contábil, regras de negócios, Backoffice, integrações de sistemas, relatórios e até campanhas de relacionamento.

Reduza a inadimplência das cobranças recorrentes

Uma das principais preocupações com as cobranças recorrentes são os clientes inadimplentes.

Para evitar ou reverter mais rapidamente a inadimplência, é fundamental que a sua empresa invista em um sistema que permite criar uma régua de cobrança com regras automatizadas para mensagens de cobrança, suspensão de serviços ou outras ações necessárias.

Além disso, tenha um profissional disponível para mapear os processos de pagamento, montar um planejamento e fluxo de cada etapa e fazer o acompanhamento periódico, permitindo assim que se façam as mudanças necessárias para tornar os processos mais inteligentes, robustos e ágeis.

Esteja sempre com os dados dos clientes atualizados, pois, caso ocorra algum atraso, você poderá contatá-lo de forma rápida e por diferentes meios, especialmente os digitais. 

O que avaliar na hora de escolher uma plataforma de cobrança recorrente que atenda seu negócio

Antes de contratar uma plataforma de cobrança recorrente para o seu negócio, é importante entender o que envolve essa modalidade.

A seguir, confira a lista do que deve ser observado para contratar uma plataforma de pagamento recorrente:

1. Cadeia de valor

Em um ambiente organizacional, diversas soluções constituem o ciclo de vida de um produto ou serviço. Esses processos de negócio fazem parte de uma cadeia de valor e cada fase dessa cadeia pode ser um ponto de erro se for tratada manualmente.

2. Regras de negócios complexas

Suas regras de negócio e políticas comerciais dependem de um grupo de variáveis que vão influenciar no valor final do contrato. Assim, é necessário buscar uma plataforma que aceite sua dinâmica comercial, garanta integridade e o histórico de todas as variáveis do processo de venda.

3. Suporte a múltiplos produtos

Procure plataformas que têm o objetivo de gerenciar o faturamento de produtos e serviços de acordo com os parâmetros estabelecidos pela área de negócio. 

4. Modelo de faturamento

Os principais são: postecipado ou antecipado, mês cheio ou quebrado, bimestral, trimestral, semestral ou anual, pós-rata e ciclos de faturamento customizados. É importante detalhar os modelos de faturamento da empresa e como a plataforma gerencia esses modelos. 

5. Equipes de Gestão e Suporte

As equipes dos fornecedores de software servem para a gestão do projeto e o suporte à solução, além de serem responsáveis por customizações. Procure plataformas que oferecem qualidade nesse serviço.

6. Gestão de mudanças

É importante saber quando mudar. Um novo sistema para gestão do faturamento sempre irá impactar nos processos das áreas que interagem com o software. Existem algumas estratégias para diminuir a acomodação como: promover engajamento e comunicação para as áreas envolvidas, criar um comitê ou consultoria interno, envolver usuários-chave etc.

7. Tecnologias da plataforma

Sempre procure soluções que sejam desenvolvidas com tecnologias atuais de mercado, o que diminui riscos.

8. Infraestrutura

Isso impacta nos requisitos funcionais e não funcionais, também influencia nos custos de sustentação, gestão e licenciamento.

9. Definição do modelo e solução

Considere os seguintes requisitos para escolher um sistema: disponibilidade, escalabilidade, segurança e redundância e backup.

Sistema de cobrança recorrente

O que antes era adotado apenas por segmentos específicos, acabamos de ver que é tendência no mercado em geral. Para garantir que a sua empresa tenha esse controle financeiro e a fidelização dos clientes, é necessária a adoção de um sistema de cobrança recorrente. 

Invista em um sistema de gestão recorrente que envolve não só o faturamento, mas a arrecadação, cobrança, processos fiscais e contábeis, onde todos os acessos e transações são controlados por ações de segurança que geram notas de auditoria para efeito de rastreabilidade das operações.

Caso a sua empresa esteja interessada e precise evoluir os processos com um software de gestão de cobranças recorrentes, entre em contato com nossos especialistas para saber mais sobre a nossa solução, as vantagens e como ela será aplicada em sua empresa.

Quando o assunto é cobrança recorrente, não podemos deixar de mencionar o CRM Billing System. Esse software controla todo o relacionamento do ciclo de vida de um contrato dentro de uma plataforma e permite o processo de faturamento e serviço ser automático.  

O NG Billing traz algumas vantagens para seu negócio. Veja quais são:

  • o custo de aquisição do cliente (CAC) é reduzido;
  • a propensão do usuário da base em adquirir um produto ou serviço aumenta em 271%;
  • facilidade na forma de pagamento para o cliente;
  • credibilidade nos produtos e serviços oferecidos;
  • rapidez no lançamento de campanhas e promoções;
  • previsibilidade de receita, com controle de inadimplência.

Pronto, agora você já sabe maias sobre cobrança recorrente, suas vantagens e dicas de como contratar o melhor serviço para o seu negócio e também sobre como podemos te ajudar nessa jornada com o NG Billing. Caso tenha interesse em mais detalhes sobre nosso sistema, fale com nossos especialistas!

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.