Como a indústria automotiva pode se manter mais competitiva em época de instabilidade econômica e política?

Hoje a indústria automotiva produz cerca de dois milhões de veículos por ano, uma média baixa se comparado aos momentos de economia aquecida.

Para voltar aos aproximados 3,5 milhões de unidades produzidas, é necessário um crescimento ininterrupto de 12% ao ano, pelo menos nos próximos 5 anos.

Apesar do setor ser diretamente influenciado por fatores externos, como inflação e restrição ao crédito, para que as indústrias automotivas voltem a crescer nesse ritmo, é necessária uma adaptação a rápida evolução digital e tecnológica.

Indústria Automotiva e a Visão Omnichannel

Um grande desafio é aquecer a relação com seus clientes e fornecedores e, por consequência, transformar a maneira de desenvolver e vender, para ser cada vez mais digital, rápida e eficaz.

No momento, é importante que a indústria estruture os seus times de TI  com ferramentas que possibilitem o planejamento operacional de toda a empresa e que ajudem na tomada rápida de decisões.

Dessa forma, é necessário melhorar a produtividade e visibilidade de métricas para garantir um lugar de destaque, não só com veículos inovadores e que atendam ao novo desejo do consumidor, mas que agregue valor na experiência de compra com uma visão omnichannel.

Indústria automotiva precisa oferecer experiência de compra com uma visão omnichannel.

Metodologia Ágil na Indústria Automotiva

A grande quantidade de projetos e o longo tempo de entrega faz com que as métricas, indicadores e retrospectivas percam a sua força…
E então, as entregas que eram frequentes perdem o seu ritmo!

Mas as expectativas continuam a mesma, além da cobrança cada vez maior por qualidade. E como fazer para gerenciar todos esses projetos?

Existem alguns métodos ágeis que são aplicáveis e mais conhecidos nas empresas automotivas hoje, como o Kanban, Scrum, XP e Lean.

Cada um deles com suas particularidades, mas todos com o objetivo de simplificar controles, antecipar feedbacks dos clientes, favorecer a simplicidade, mitigar riscos, atingir a eficácia e, principalmente, garantir o foco na entrega de software com qualidade.

Hoje, os especialistas da Objective indicam algumas das práticas ágeis que são utilizadas em nossos projetos e, quando aplicadas corretamente, garantem a melhoria significativa dos processos.

É importante ressaltar que os aspectos culturais, de negócios e perfil da equipe e ambiente de trabalho são fatores importantes e que é uma premissa na escolha destas práticas em cada empresa que atuamos. ( Link Building cases).

Programação Pareada (Pair Programming)

É a prática onde dois desenvolvedores trabalham ao mesmo tempo na mesma tarefa e na mesma estação de trabalho.

Revezamento Programado de Teclado (Keyboard Rotation)

Com a nossa experiência, acreditamos que a programação pareada precisa ser aprimorada, pois acaba causando alguns efeitos como desengajamento e falta de interação.

Por isso, indicamos utilizar o Revezamento de Teclado Programado ( Keyboard Rotation), onde o “condutor” e o “navegador” trocam de papéis em intervalos de tempo pré-definidos.

Propriedade Coletiva de Código (Collective Code Ownership)

O código produzido pela equipe é de responsabilidade de todos os desenvolvedores envolvidos no projeto e não apenas de um superespecialista.

Revezamento (Move People Around – MPA)

Como todo o código é escrito por duplas de desenvolvedores, surge a necessidade de que essas duplas sejam constantemente redistribuídas.

Heurística de revezamento

A prática de revezamento tende a gerar formações viciadas de duplas.

Neste caso sugerimos utilizar a ferramenta desenvolvida pela Objective que sugere novas formações de duplas utilizando algoritmos heurísticos baseados no histórico, nível técnico e restrições de alocação pontuais.

Revisão de Código (Code Review)

Já bastante conhecida, a prática diminui a taxa de defeitos e melhora a qualidade final do código produzido.

Retrospectiva

É realizada por uma reunião periódica, onde qualquer membro da equipe pode colocar para todos quais foram os pontos positivos, os que precisam ser melhorados e sugestões.

Procedimento de pré-commit

São procedimentos que devem ser seguidos pelos desenvolvedores antes da integração da tarefa no repositório principal do projeto.

Visualização das tarefas na cadeia de valores

Prática que representa visualmente as tarefas desenvolvidas pela equipe, bem como a sua situação dentro da cadeia de valores do projeto.

Integração contínua

Esta prática denota que a integração do código desenvolvido deve ser feita sempre o mais rápido possível.

Limited work in progress (LWIP)

Limitar a quantidade de “work in progress”, ou tarefas em desenvolvimento, se baseia no paradigma de fluxo de demandas puxadas ao invés de empurradas.

Eliminação de estimativa

Os projetos tendem a ter um estabelecimento prévio de expectativas de prazo, esforço e escopo.

Com base em nossa experiência, conseguimos estabelecer no processo de desenvolvimento de software uma prática com previsibilidade.

Medição de qualidade

Da mesma forma que medimos a velocidade, também temos indicadores que nos mostram a relação da taxa de falhas em comparação com nossa capacidade de produção de novos desenvolvimentos.

Testes automatizados

A automação de testes é o processo de escrita de um software para realizar testes de forma automática. Uma vez automatizado, um grande número de caso de testes pode ser validado rapidamente e quantas vezes desejar.

Muito indicado no setor automotivo para aumentar a produtividade da equipe e reduzir erros causados por falhas em análises e integrações.

Agora você já adquiriu os conhecimentos básicos para dar o primeiro passo na evolução da sua equipe de TI.

É claro que estas práticas citadas são complementares e ter um direcionamento de um especialista em agilidade é fundamental para avaliar qual a maturidade do seu time e na identificação de forças e pontos de melhorias a partir do seu objetivo.

A gestão e governança de processos é um grande facilitador para que os líderes tenham visibilidade do fluxo de trabalho das equipes de desenvolvimento com indicadores de performance que fazem a diferença no dia a dia e na produtividade de times globais.

Quer saber quais os impactos de nossa parceria em indústrias automotivas? Clique aqui e veja nosso case de sucesso.

Receba conteúdos exclusivos e tendências do setor automotivo direto em seu e-mail! Preencha os campos abaixo!